Connect with us

Notícias

Morre em João Pessoa o radialista Airton José, o Bolinha aos 70 anos

Postado

em

O radialista paraibano Airton José da Silva, de 70 anos, faleceu por volta da 1h30 de hoje no Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, onde estava internado desde o dia 19 de junho para tratamento de complicações decorrentes da cirrose hepática, doença diagnosticada há cerca de um ano e meio atrás. No momento da internação, ele sentia intenso desconforto causado por uma hemorragia no esôfago.

O apresentador do Big Show do Bolinha deixa mulher, filhos, netos e uma bisneta. Natural de João Pessoa trabalhou 52 anos em Rádio. Tinha um dos programas mais antigos ainda no ar, 47 anos comandando o BiG show do Bolinha.

A filha do apresentador, a jornalista Kátia Dumond disse que o velório será na Central Rosa de Saron, em Jaguaribe, mas o horário ainda não está definido. Ela estava providenciando a liberação do corpo no momento em que falou com a reportagem.

“Meu pai morreu sabendo que era muito querido. Foram muitos telefonemas e muita gente demonstrando carinho e admiração por ele. Acredito muito nessa transmissão de energia boa. Ele sabia o quando era amado e agora, descansou”, disse a jornalista.

Bolinha queria ser enterrado no Cemitério da Penha, mas a família ainda não sabe se esse desejo poderá ser atendido.

Biografia 

Airton José faz parte da história da Rádio Tabajara, onde ele está há 38 anos. De família humilde, mas muito batalhadora, ele faz questão de ressaltar que todo esforço é recompensado. A prova disso é que ele aprendeu a ler sozinho, sem ir à escola. “Achava tão bonito as pessoas lendo… Mas não sabia. Então, pegava diariamente os jornais e começava a tentar juntar as letras. Foi dessa forma, instintivamente, que aprendi a ler”, conta o radialista. E foi depois que aprendeu a ler que botou na cabeça que iria realizar outro sonho: o de ser radialista.

Blog do Galdino/Parlamento PB

Advertisement