Agora é 11: Com fim do G6, Sobrinho recebe apoio dos vereadores em Alagoa Grande

Imagem registrada na posse, em 1º de janeiro (Foto: Arquivo/Blog do Galdino).

O prefeito de Alagoa Grande, Antônio Sobrinho (PP), conquistou pontos importantes nos últimos dias entorno do cenário político do município. Sobrinho tinha a convicção que iria administrar Alagoa Grande, mesmo contando com a minoria dos vereadores na Câmara Municipal. Seguiu firme, sereno e tranquilo quanto ao comportamento radical, à época, do bloco oposicionista. Sobrinho conseguiu sua reeleição através do trabalho e do seu compromisso com o cidadão.

As pessoas acreditam nas palavras de Sobrinho, confiam na sua metodologia de trabalho e, sempre entenderam que o cenário político da Câmara sopraria a favor da gestão de Sobrinho. Se passaram, exatamente, 109 dias desde o 1º de janeiro, período que ocorreu a posse dos vereadores, prefeito e vice-prefeito, ocasião marcada pela hipotética situação criada entorno de uma traição dentro do bloco do prefeito Sobrinho.

A superação tornou-se o maior combustível para Sobrinho continuar avançando. Os parlamentares de oposição notaram que Sobrinho não cairia em suas jogadas e perceberam que o gestor era um bom jogador. Sobrinho estava preparado para por um fim no G6 e precisava contar com o apoio de um vereador do bloco oposicionista, porém, ganhou dois aliados através da articulação do vereador e líder do governo Fernando de Fortunato.

Clemilson e Marilene se anteciparam e sabiam que suas adesões gerariam um grande impacto na estrutura política de Alagoa Grande. Fortaleceram o bloco de Sobrinho na Câmara Municipal e ganharam a simpatia do grupo governista, além disso proporcionaram o enfraquecimento da oposição dentro do parlamento. A sabedoria de Sobrinho foi a maior vitória para conquistar a maioria na Câmara.

Diante da decisão tomada por Clemilson e Marilene, restou aos demais vereadores de oposição migrarem naturalmente para a base de sustentação, sem qualquer imploração por parte do governo. Era o comportamento mais propício que os parlamentares iriam adotar, e acabaram adotando.

Adriano de Ferreirinha, presidente da Câmara para o biênio 2023/2024, visitou o prefeito Sobrinho na última sexta-feira (16) e declarou apoio a sua base de sustentação. Sem esforço algum de Sobrinho, apenas por decisão própria de Adriano. Assim se concretizava o fim do tão badalado “G6”, enfraquecido e sem qualquer respaldo político, o bloco esfarelou-se no ar.

Restou a Marcus de Zumbi, Aquilis e Marcelo declararem apoio ao Governo Municipal. Vale ressaltar que o atual presidente Marcus de Zumbi se reuniu com Sobrinho no último dia 07 de abril, havia declarado uma união e nas redes sociais voltou atrás após ser pressionado pelo o bloco oposicionista. Contudo, diante do esvaziamento do bloco, restou ao trio declarar apoio ao prefeito Sobrinho.

Desta forma, o bloco governista fico composto pela maioria absoluta. São onze vereadores na bancada governista, formado por Fernando de Fortunato, Cláudio Lúcio, Jailton de Zumbi, Ronaldo da CAGEPA, Luís Lucindo e Marilene Coutinho, Clemilson Rodrigues, Adriano de Ferreirinha, Marcelo de Manuelzinho, Aquilis de Tatá e Marcus de Zumbi.

Blog do Galdino