Aos 63 anos, morre Zezinho da Borborema em Hospital de João Pessoa

Zezinho da Borborema, poeta e defensor da cultura popular.

O embolador de coco e poeta Zezinho da Borborema morreu na manhã deste sábado (13), aos 63 anos de idade. José Cosmo Ferreira estava internado desde o dia 11 de março no Hospital do Trauma e João Pessoa. O artista sofreu, ainda em casa, um Acidente Vascular Cerebral Hemorrágico (AVCH), foi socorrido e acabou falecendo na unidade de saúde.

Há anos, Zezinho da Borborema apresentava um programa, O Pandeiro e a Viola, pela Rádio Rural AM. Zezinho nunca escondeu suas origens, se tornou um difusor da cultura popular nordestina. O poeta, como também era chamado, também defendia o ritmo musical e cultural do nordeste.

Zezinho também se tornou popular ao comercializar suas pomadas milagrosas e as garrafadas naturais nas feiras livres da região. Zezinho tornou-se uma referência no repente e no coco de embolada.

Blog do Galdino