Definição sobre união de Romero com João é adiada na PB

O ex-prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSD), optou por adiar seu pronunciamento político, em virtude de uma possível aproximação com o governador João Azevêdo (Cidadania). Essa chance de união estremeceu o relacionamento do presidente estadual do PSD com membros da oposição paraibana.

Estava previsto um comunicado oficial para esta sexta-feira (29), porém, o campinense repensou e preferiu adiar. O ex-prefeito disse que pretende tomar uma “decisão colegiada”, buscando ouvir todos os companheiros de partido. O próprio Romero alimentou essa chance, ao invés de afastar qualquer possibilidade, deixou se expandir pela Paraíba “sua” aproximação com João Azevêdo.

Romero tornou-se o principal nome da oposição, inclusive, conta com o apoio do ex-senador Cássio Cunha Lima. A cúpula estadual do PSDB acredita e confia na lealdade de Romero com o projeto eleitoral de 2022. Líderes tucanos reprovam qualquer união com o atual governador e garantem manter a postura partidária na disputa do próximo ano.

Blog do Galdino