Durante inauguração de laboratório, prefeita Maria rebate críticas de vereador

A prefeita de Alagoinha, Maria de Zé  Roberto (PSDB), inaugurou, na noite desta segunda-feira (7), o Laboratório de Análises Clínicas Vice-prefeito José Anchieta da Silva, onde serão realizados exames clínicos e hematológicos do município. Durante a inauguração, a gestora aproveitou para rebater as críticas feitas pelo vereador Vitor Beltrão pela manhã, durante entrevista em uma emissora de rádio local.

De acordo com Maria, a inauguração incomodou o representante da oposição. “O dia de hoje incomodou aqueles que não tem amor por esta terra. Sabemos muito bem que estamos inaugurando um prédio novo, construído. Não é reformazinha, nem um faz de conta. Não é gambiarra”, rebatou a gestora, acrescentando que quem visitou o local no passado conheceu como era. “Quantas e quantas vezes tivemos que pintar. Tínhamos profissionais viviam doentes com a situação do ambiente”, frisou.

Maria não parou por aí e abordou outros pontos:

Transporte municipal

“A falta de transporte existiu no passado. Nesse governo não falta transporte para cuidar de nossos pacientes. Neste governo não falta transporte e transporte com qualidade. Temos várias pessoas amigas que tem problema de câncer e que precisam fazer tratamento em João Pessoa, Recife, e nós organizamos esse deslocamento com qualidade e conforto para essas pessoas”.

Denúncias

“Eu não me preocupo com quantas denúncias você fizer. É você fazendo e a gente levando a verdade e a realidade. Suas denúncias eram tão somente prejudicar minha família. Mas, vou te lembrar de uma coisa: tenho minha irmã Josilene e ela é efetiva  como auxiliar de técnica de enfermagem. Minha irmã Josineide é efetiva e agora é aposentada por questão de saúde. Minha irmã Antônia é, também, efetiva professora de Alagoinha. Minha irmã Severina ela é doutora, pra você que não sabe. Verdadeiramente, doutora, de diploma na mão. Se ela ganha bem é porque estudou e trabalhou pra isso. Minha irmã Verônica a mesma coisa. E a prefeita que está aqui falando também é efetiva professora do município de Alagoinha”.

Eu não deixei pessoas chegar ao ponto de morrer porque eu não dei o direito delas fazerem um exame”

“Eu não persegui e não humilhei ninguém. Eu não neguei os diretos das pessoas amigas de Alagoinha. Eu não deixei pessoas chegar ao ponto de morrer porque eu não dei o direito delas fazerem um exame que precisava ou porque eu não paguei a ajuda que precisava para fazer sua cirurgia. No nosso governo a gente cuida de pessoas com carinho” – disse Maria ao rebater os comentários do parlamentar de que os amigos da gestora só estão ao lado dela por causa do poder.

Maria continuou discursando, mas finalizou afirmando que o trabalho e a luta pelo povo de Alagoinha será constante.

Assista a íntegra do discurso da gestora:

Blog do Galdino