Entrevista: Renato Meireles diz que Marcelo Bandeira defende projeto pessoal para compor uma chapa de vice em Guarabira

O vereador Renato Meireles (PSB) afirmou durante entrevista neste domingo (14) no programa Paraíba Agora, na Rádio Rural AM de Guarabira, que o vereador Marcelo Bandeira vazou propositalmente áudios demonstrando insatisfação com os representantes do PSB de Guarabira. O parlamentar também garantiu que o presidente da Câmara não comunga com o projeto socialista na cidade.

“Acredito que sim. Você faz um áudio que tem um grupo com 150 pessoas, aquele áudio vai ficar só ali? Formos pegos de surpresa, infelizmente esse é o posicionamento do colega vereador Marcelo Bandeira, não comunga mais com a ideia do PSB”, revelou Renato.

Perguntado se Marcelo Bandeira ainda é considerado socialista dentro da sigla, Renato Meireles declarou; “Por minha parte não” e completou, “Infelizmente o colega está com um projeto pessoal de compor uma chapa de vice”, argumentou Meireles.

Renato disse que Marcelo Bandeira mudou o tratamento com os membros da sigla ao se tornar presidente da Câmara. Meireles fez uma avaliação, inclusive, imaginando que o “poder” da presidência interferiu na mudança de posicionamento do parlamentar com as ideias defendidas dentro do PSB.

“De janeiro pra cá as coisas mudaram, antigamente sentava junto com ele na minha bancada, inclusive conversava muito com ele, ele pontuava algumas coisas por ter mais experiência que eu. Depois que o companheiro Marcelo Bandeira assumiu a presidência da casa, ele mudou o pensamento. Não sei o que aconteceu, num sei se não souber lhe dar com a história do poder. Infelizmente começou essa crise partidária dentro do nosso partido, uma coisa que era pra ser discutida internamente”, disse Renato.

Jáder Filho fora do PSB.  

Renato também defendeu a expulsão do vereador Jáder Filho do PSB. O parlamentar respondeu as declarações de Jáder, onde recentemente afirmou que deixou o projeto socialista em Guarabira após sofrer perseguições políticas. Para Renato, Jáder cometeu infidelidade partidária em 2018.

“Eu defendi a expulsão de Jadinha do PSB. Como é que no dia do único comício que João Azevêdo veio fazer em Guarabira, e Jadinha naquele dia monta todo um sistema para anunciar a adesão dele, levando Lucélio Cartaxo e Pedro Cunha Lima para sua casa, e depois vem aqui no microfone dizer que não tem nada contra o PSB estadual, o problema é com o PSB local. Guarabira toda acompanhou isso”, disse Renato.

Assista. 

Posted by Rádio Rural de Guarabira on Sunday, July 14, 2019

Blog do Galdino