Exclusivo: Esposa do vereador Marcelo Bandeira assume presidência do PDT de Guarabira

Mônica Bandeira assumiu nesta quarta-feira (26) a presidência do Partido Democrático Trabalhista (PDT) de Guarabira. A sigla era comandada pelo ex-vereador Beto Meireles. Mônica é esposa do vereador e presidente da Câmara de Guarabira, Marcelo Bandeira (PSB).

Beto Meireles é aliado do presidente da Comissão Provisória do PSB de Guarabira, Célio Alves, inclusive, defendeu a saída de Marcelo Bandeira da sigla socialista, durante discussão envolvendo Célio e Bandeira. Beto chegou a dizer à época que Marcelo era “um peixe fora d’água”.

Mônica é envolvida na política desde o primeiro mandato do seu esposo, vereador Marcelo. O PDT pertence ao grupo dos girassóis de Guarabira, inclusive, o partido é o mesmo da vice-governadora Lígia Feliciano.

A editoria do Blog do Galdino manteve contato com Mônica, afirmando que o PDT será protagonista nas eleições de 2020 em Guarabira. Mônica garantiu que a sigla fará parte de formação política com pessoas interessadas em discutir assuntos voltados à Guarabira.

Em maio durante visita a Araçagi, Lígia Feliciano manteve um contato com Marcelo Bandeira e disse que ficou perplexa com as declarações do presidente da Comissão Provisória do PSB, que pediu para o vereador se retirar do partido.

Blog do Galdino