Guarabira: O comportamento atípico de Renato por não saber perder

O vereador Renato Meireles (Cidadania) mostrou um comportamento atípico, deixando claro que não sabe perder num jogo de estratégias. O parlamentar não conteve seu emocional e acabou protagonizando uma cena pouco vista e desrespeitosa na Câmara de Guarabira. Renato rasgou o Livro do Regimento Interno da Casa Osório de Aquino, consigo, acabou perdendo o respeito, jogando fora a sua essência de legislador.

Foi quase uma partida de futebol…

Renato iniciou bem a disputa, montou sua base e encarou o adversário. Ao entrar no plenário sabia da dificuldade para vencer o concorrente. Durante o resultado, que parecia ser o fim, Renato apresentou um artigo que, naquele instante conseguia marcar o gol para decretar sua vitória diante da proposta governista. Porém, o árbitro (o presidente Wilson Filho) recorreu ao VAR para analisar a jogada.

A arbitragem (mesa diretora) encontrou uma falha no lance orquestrado por Renato e buscou o STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva), na realidade, tratava-se da cúpula jurídica da Casa Osório de Aquino. Os dirigentes (advogados) identificaram um artigo que proporcionou a aprovação da matéria, apontando a derrota do time dirigido por Renato.

O vereador ficou revoltado com o resultado, tentou vencer com uma jogada de xeque-mate, porém, sofreu um contragolpe e assistiu seu time ser derrotado. O primeiro confronto garantiu a vitória ao bloco situacionista, contudo, um novo encontro está marcado para acontecer na próxima terça-feira (05), a tendência é ocorrer a ampliação do placar. Por pouco Renato não foi advertido com um cartão vermelho, correu o risco de desfalcar a equipe no próximo confronto.

Blog do Galdino