Madrugada: Prédio de 24 andares desaba em incêndio de grandes proporções no Centro de SP

Um prédio de 24 andares desabou durante um incêndio de grandes proporções na região da República, no Centro de São Paulo, na madrugada desta terça-feira (1). Moradores relatam que as chamas se alastraram para imóveis próximos no no Largo do Paissandu por volta das 1h30.

O prédio que desabou foi uma antiga sede da Polícia Federal e atualmente abrigava uma ocupação irregular, de acordo com a Polícia Militar. O incêndio começou no 5º andar e se espalhou rapidamente. Segundo a Defesa Civil, cerca de 50 famílias viviam no local.

O coronel Max Mena, do Corpo de Bombeiros, confirma a morte de uma pessoa durante tentativa de resgate. A vítima já estava com equipamento de segurança, mas acabou caindo junto com o desabamento do prédio. O bombeiro diz ainda que há possibilidade de mais vítimas, mas não precisou um número.

O Corpo de Bombeiros faz um mapeamento da área para iniciar a retirada dos escombros. Segundo o tenente André Elias, o segundo prédio atingido pelo fogo não corre risco de desabamento e todos os moradores já foram retirados do local.

Vizinhos ao prédio atingido inicialmente pelo fogo foram orientados a deixarem os imóveis. “Tinha chegado em casa, estava me preparando para tomar banho e a vizinha veio falando para todo mundo descer. No que a gente desceu, metade do meu prédio já estava na rua, tinha galera pulando, muito triste. A gente achou que o fogo fosse terminar assim que os bombeiros chegassem”, contou Victor Hinckel, morador de um dos edifícios da região.

Há interdições no trânsito entre a Avenida Rio Branco e a Rua Antônio de Godói, na região central. Segundo os bombeiros, são mais de 160 homens trabalhando no combate às chamas e 57 viaturas estão no local. Um helicóptero também ajuda na ocorrência. Equipes do Samu, da Defesa Civil, da Companhia de Engenharia de Tráfego e da Polícia Militar trabalham no local.

Fonte: G1