Minha opinião é diferente de João, reage Efraim

Pré-candidato ao Senado, o deputado federal Efraim Filho (Democratas) reagiu, nesta sexta-feira (27), às críticas feitas pelo governador João Azevêdo sobre a antecipação da campanha eleitoral de 2022. Em resposta, o parlamentar afirmou que sua estratégia é percorrer os municípios e ter conhecimento sobre as demandas locais.

“É a opinião do governador. Opinião cada um tem o direito de ter a sua e deve ser respeitada. A minha é diferente. Nós temos feito uma pré-campanha de senador que a Paraíba nunca viu. Uma campanha que é antecipada por estratégia”, explicou em entrevista à Jovem Pan.

Ele ressaltou que com base nesse trabalho de levantar demandas, consegue atuar em Brasília para atrair recursos para os municípios. “Se meu concorrente, aquele que quer disputar o Senado contra mim, prefere ficar deitado em uma rede, é opção dele. A minha é trabalhar, é percorrer a Paraíba”, alfinetou.

Efraim citou, como antecipação da campanha eleitoral, os movimentos feitos pelo presidente Bolsonaro e pelo ex-presidente Lula. “Quem antecipou campanha não fui eu. As pessoas estão mobilizadas”, disse. Em outro trecho da entrevista, o democrata afirmou que adotou uma estratégia de construção. “A Paraíba se mal acostumou a decidir os seus senadores em conchavos às vésperas das convenções”, pontuou.

Nessa quinta-feira (27) o governador João Azevêdo desautorizou qualquer movimentação em nome do seu grupo político visando as eleições de 2022. Azevêdo tratou como precipitada a solenidade em que o deputado Efraim Filho (DEM) recebeu o apoio do presidente da Assembleia, Adriano Galdino (PSB), com o aval do senador Veneziano Vital (MDB). O governador tratou a articulação como “projetos pessoais”.

Matéria do Mais PB