Oposição quer apoio de Sobrinho para 2018 em Alagoa Grande

O município de Alagoa Grande, Brejo paraibano passa por uma nova realidade administrativa, com o esforço e a dedicação do prefeito Antônio Sobrinho (PSD) que vêm resgatando as datas comemorativas e simbólicas, a exemplo, da festa da padroeira. Sobrinho não para, e inicia uma série de conclusão de obras abandonadas por gestões anteriores, a escola padrão da Usina Tanques, é o reflexo desta transformação.


 O chefe do executivo municipal anunciou nesta segunda-feira (29) o início das obras de conclusão da também escola abandona, na Vila São João, com recursos próprios. Sobrinho apresenta uma administração que Alagoa Grande necessitava. Com as viagens do gestor à Brasília, o município tem assegurado mais de R$ 1 milhão que serão aplicados na saúde, esporte, ação social e infraestrutura.
Sobrinho pensa constantemente no desenvolvimento do município, em breve, inaugurará a conclusão da ampliação e recuperação do Posto de Saúde do Cruzeiro. Diante do trabalho desenvolvido por Sobrinho em apenas 5 meses, aliados do deputado Júnior Carneiro (PSL) tenta passar aos munícipes, que o gestor pretende declarar apoio ao parlamentar, pelo contrario, a base de Júnior demonstra a necessidade de contar com ‘apoio’ de Sobrinho, em 2018.
Sistematicamente os apoiadores do deputado pregam a informação que a recuperação do Hospital Municipal só será possível, se Sobrinho declarar apoio ao parlamentar, diante dos argumentos mal direcionado, o gestor já iniciou um analise técnico na unidade hospitalar e buscará convênios e o apoio do governador Ricardo Coutinho (PSB). Numa oportunidade bem recente, Sobrinho havia convidado Coutinho para participar da solenidade de inauguração da escola da Usina Tanques, demonstrando a sintonia entre os gestores.
O avanço encontra-se em Alagoa Grande, basta olhar os dados, em apenas 5 meses, foram atendidas mais de 65 gestantes através do programa, ‘Chegou o Bebê’. Transporte com pacientes para João Pessoa ou Campina Grande e tantos outros benefícios. Como por exemplo, a garantia do transporte universitário para alunos de Cuité.
É evidente que Ricardo Coutinho e Sobrinho apresentam sintonia administrativa, basta recordar a doação de um laboratório de informática e cadeiras escolares doadas a Alagoa Grande, isso demonstra que Coutinho não rejeitará parcerias com Sobrinho, para isso é necessário apresentar projetos, neste sentido Sobrinho tem. Diante das insistências e declarações invertidas de aliados do deputado, fica clara, a força política e administrativa que Sobrinho apresenta no município.  
Enquanto uns pensam na disputa de 2018, Sobrinho se dedica em trabalhar e buscar a transformação de uma nova história para Alagoa Grande. Um dos fatos que representa a força política do gestor, foi o pleito de 2016, onde venceu o grupo liderado por Júnior e o candidato apoiado pelo ex-prefeito Bôda, além de definir a disputa para a escolha dos presidentes do primeiro e segundo biênio na Câmara, a oposição comemorava de forma antecipada a vitória, Sobrinho demonstrou tranquilidade e conseguiu atrair um vereador do grupo oposicionista, e elegeu Marcelo de Canafístula, para o 1º biênio, e Cláudio Duarte, para presidir o 2º. 

O que esperar de Sobrinho para 2018, reafirmo que o gestor apenas pensa em elaborar projetos e avançar. Recentemente, Sobrinho iniciou a recuperação do Módulo esportivo de Alagoa Grande, é ou não é compromisso com o município? Pretendendo não parar, futuramente apresentará novidades administrativas.