Raniery toma cargos de Renato Meireles no Hospital Regional de Guarabira

 

Uma união de fachada, pelo menos é o que demonstra os representantes do Cidadania e do MDB em Guarabira. Isso ficou mais evidente após ás ultimas mudanças ocorridas no Hospital Regional da cidade. Tudo leva a crer que João Azevêdo pretende seguir os passos da família Paulino, uma decisão que poderá inflamar, discretamente, a sua relação com alguns integrantes do seu partido em Guarabira.

Melhor para o deputado estadual e líder do governo Raniery Paulino (MDB), o parlamentar conseguiu emplacar quatro [04] aliados no setor de apoio do Hospital Regional. Isso só veio acontecer seis [06] meses após o pleito eleitoral de 2020. Raniery começa a dar sinais de superioridade dentro da estrutura do Governo no seu “território” político.

Pior para o vereador Renato Meireles (Cidadania), isso porque os cargos conquistados por Raniery eram ocupados por aliados do vice-presidente da Câmara Municipal. Renato ficou sem argumentos para defender a permanência daquelas pessoas que se dedicaram na sua campanha eleitoral de 2020.

Essas pessoas que perderam os empregos no Hospital, acompanhavam o vereador Marcelo Bandeira (PDT) até o pleito eleitoral de 2016. Com o distanciamento de Marcelo do grupo de João Azevêdo, os quatro [04] funcionários se aproximaram, à época, de Renato Meireles. Na ocasião, Renato assegurou ao quarteto (os quatro contratados) que lutaria para que eles permanecessem nas funções, caso votassem em sua candidatura, acreditaram e acabaram depositando o seu voto de confiança em Renato.

Conforme apurou o Blog, Renato não se manifestou sobre a demissão dos funcionários e silenciou-se diante das investidas do deputado Raniery. Renato calado estava, calado ficou. Com isso, Raniery ganha espaço e aumenta a chance de contar com o apoio de Célio Alves e Cia nas eleições estaduais de 2022.

Blog do Galdino