Socorro Brilhante se torna vice-presidente do Consórcio de Desenvolvimento Urbano

A prefeita de Pilões, Socorro Brilhante, tornou-se a vice-presidente do Consórcio de Desenvolvimento Urbano do Brejo Paraibano (Cimdurb). A eleição foi coordenada pela Diretoria Executiva do órgão e aconteceu de forma virtual nesta quinta-feira (06). Socorro Brilhante agradeceu a confiança depositada no seu trabalho, garantindo empenho a frente da entidade.

“É uma honra contribuir com o Consórcio, sou grata pela confiança de todos em nosso trabalho. Pilões se destacou na região do Brejo com ações desenvolvidas através do Programa de Pavimentação Urbano e Rural. Não tenho dúvidas, termos o maior projeto de pavimentação de nossa região. Esse respaldo nos garantiu a confiança do Consórcio. Quero agradecer a parceria com o TCE, através do conselheiro Arnóbio Viana e do Arquiteto, Expedito Arruda, que nos orientou e realizou inúmeras visitas técnicas em Pilões”, destacou Socorro.

A Cimdurb é um instrumento desenvolvido entorno das ações do Programa de Defesa do Estatuto das Cidades (Decide). Conforme a prefeita Socorro, o Consórcio é formado por 12 municípios do Brejo paraibano. Segundo o presidente do TCE/PB, Arnóbio Viana, o Decide busca massificar o Plano Diretor dos municípios que estão inscritos na Rota Cultural Caminhos do Frio, considerado o maior corredor turístico na região do brejo.

O principal propósito do Cimdurb, é promover uma adequação das cidades serranas que são procuradas pelo seu clima ameno, movidas pelos engenhos de açúcar e aguardente, culinária e manifestações culturais, além do desenvolvimento turístico e suas oportunidades de emprego e renda.

A Diretoria Executiva do Cimdurb é composta pela presidência de Francisco André (Prefeito de Remígio), vice-presidente Socorro Brilhante (Prefeita de Pilões, a Secretária do Consórcio é Gilene Cândido (Prefeita de Borborema).

O TCE/PB contribuiu com o levantamento aerofitogramétrico de áreas urbanas, utilizando drones e técnicos vinculados à sua Auditória. O órgão também providenciou a execução do Plano Diretor, uma exigência legal em cidades onde isso não existe.

Blog do Galdino