Vereador integra lista de “fantasminhas” na folha de pagamento do município de Capim

Capim, município do Vale do Mamanguape, aproximadamente 50km de João Pessoa, volta a ganhar holofotes no noticiário da Paraíba. O prefeito Tiago Lisboa (PSDB), há bem poucos estava na cena por causa do seu comportamento nas redes sociais, quando baixou o nível, direcionando ofensas e descriminação para com adversários. Também foi notícia semana passada a denuncia que será peça de ação no Ministério Público da Paraíba, um funcionário fantasma como motorista na Secretaria de Obras, Transporte e Serviço, proprietário de um mercadinho na cidade, o Sr Jânio Felizardo da Silva.

O caso denunciado agora, e vereador João Paulo (PSDB), que segundo denuncia, nunca foi um dia sequer ao ambiente de trabalho, para o se expediente. Informações dão conta de que o vereador João Paulo trabalha no restaurante Maria Bonita, que é de sua propriedade.

João Paulo configura na lista do SAGES como sendo fiscal de arrecadação de tributos, com um salário de R$ 2.808,50 (dois mil, oitocentos e oito reais, cinquenta centavos). Além do seu salário de R$ 3.500,00 (três mil e quinhentos reais), da Câmara Municipal. (imagem)

O suposto “fantasminha” é filho do secretário de Obras, Transporte e Serviço Sebastião do Nascimento, o popular Bal.

Com força na gestão, o vereador é cunhado do vice prefeito Erivelton Ferreira (PV) e, que tem seu pai como secretário de Meio Ambiente José Joaquim, o Zé Baía. Nos bastidores, comenta-se as oportunidades já tem essa familia que é muito unida , estar no poder há vinte anos, “pulando de galho em galho”.